Menu text, no JavaScript Log in  Deze pagina in het NederlandsDiese Seite auf DeutschThis page in EnglishCette page en FrançaisEsta página em Portuguêspara cima volte
volte Index

Prisão neerlandesa (primeiro plano) e alemã, Maastricht

Tamanho original 834 × 508 px

  • Em primeiro plano o Segundo Mosteiro Minorita [1], desde 1806 "Huis van Bewaring" (prisão) e em sua igreja desde 1825 também a casa do tribunal.
    Durante a guerra, esta prisão continuava sob a administração da magistratura neerlandesa, com pessoal neerlandês. Isto tornou bastante fácil manter contato clandestino com os prisioneiros. Foi aqui que 80 prisioneiros foram libertados em Dolle Dinsdag. [2]
    Desde a última virada do século, é o edifício principal e o salão de reunião da universidade.
  • Atrás dele está o Terceiro Mosteiro Minorita, que durante a guerra foi tomado pelos alemães e usado como "Polizeiliches Gefängnis Maastricht" (prisão da polícia alemã em Maastricht). A população local se referiu a ela como a "prisão alemã". Estava quase hermeticamente fechada e tinha pessoal alemão. Na sala de jantar, o Feldgericht (tribunal militar alemão) realizou suas sessões. O processo do OD de Maastricht também teve lugar neste tribunal.[3]
    O edifício foi demolido em 1971. Há agora o monumento no Minderbroedersberg, em comemoração às vítimas deste processo. [4]

Esta imagem é um detalhe de uma foto aérea de 1937 do centro de Maastricht tirada pelo serviço técnico da Luchtvaartafdeeling, o predecessor da Koninklijke Luchtmacht (Força Aérea Real Holandesa) de hoje. [5]

Album : Resistência

zoom 71.942446043165%