MenuReacties van bezoekers van deze site text, no JavaScript Log in  Deze pagina in het NederlandsDiese Seite auf DeutschThis page in EnglishCette page en Français
Ray Ackermans, Australia
Jürgen Schunck, Rheingau
Vera Püttmann, Schunckenhof
Johnny Berggreen,
 København, Danmark (Marx Schunck)
Arthur T. Schunck, La Crescenta (CAL)
Johanna Schunck from Australia
Rik Willemse, a researcher on
 WW2 GI inscriptions in lime caves
 (Maastricht, Holland)
Renan Fassarella Schunck, Vitória, ES , Brazil
F. Schunck, origine Weiterswiller, F
Monika Nicolaus, Hessen.
 Subject: Sibilla SCHUNCK
Hermann Kroppenberg,
 Bergisch Gladbach-Bensberg, D
Jo Dohmen, Roermond, NL
Sharon Shunk Spencer USA
Heinz Matzerath, D
Andreas Buchholz, D
Peter Schunck, Venlo
Christian Schunck, Brussels, B
Dr. Ferdinand Schunck, Bochum, D
Sebastiaõ Schunck, Brazil
Andréa Schunck, Brazil
Rudolf Schunck, Budapest, H
Lynda Dykstra, Cal., USA
Leo Franck, Heerlen
Sara [Shunk] Maurer, Brussels, B

From:	Andrea Schunck 
To:	Arnold Schunck
Sent:	Friday, May 16, 2003 2:19 PM
Subj:	Parente
São Paulo, May 16, 2003

Good day!

Hi Arnold, my name is Andréa Schunck, I´m 32 years old, I live in Interlagos/São Paulo.
I´d like to know if we still have got relatives in Germany, I always wanted to know the origin of our family. I have got a news article that speaks on the immigration of some German families, but does not coincide with what you sent to Sebastião, we should get more information.
Down here in Brazil we have got a TV sender, TV Cultura, that transmitted a program on the German settling. I´m going to see if I can get this tape, because this type of report is sold by the sender.
I would like to receive messages on you and your family.

A strong hug of your "cousin",

Andréa

São Paulo, 16 de Maio de 2003

Bom dia !

Olá Arnold, meu nome é Andréa Schunck, tenho 32 anos, moro em Interlagos / São Paulo. Gostei de saber que ainda temos parentes na Alemanha, sempre quis saber a origem de nossa família, tenho uma reportagem que fala sobre a imigração de algumas famílias alemãs, mas não coincide com o que você enviou para o Sebastião, vamos obter mais informações. Tem uma emissora de TV aqui no Brasil,TV Cultura, que transmitiu um programa sobre a colonização alemã, vou ver se consigo adquirir esta fita, pois este tipo de reportagem é comercializado pela emissora. Gostaria de receber mensagens sobre você e sua família.

Um forte abraço de sua " prima ",

Andréa


From:		Arnold Schunck
To:		Andréa Schunck
Subject:	Re: Parente
Date:		Tue, 24 Jun 2003 02:34:49 +0100
Hallo Andréa

Thank you for your email. I am happy that you sent it both in English and Portugese. Because these machine translations are not very good. But it works when I can read the original text, with the help of my little knowledge of the Portugese language.

Olá Andréa

Muito obrigado para seu email. Eu sou feliz que você o emitiu em inglês e em Portugues também. Porque estas traduções automáticas não são muito boas. Mas trabalha quando eu posso ler o texto original, com a ajuda de meu pouco conhecimento da língua portuguesa.

You asked me to tell a bit about me and my family. I live in Belgium, near the frontier with Germany. In my village the majority speaks German, because before the Second World War it was Germany. But a big minority speaks French. Originally I come from Holland. But my grandfather came from this region. From Kettenis, a village near Eupen, nowadays the capital of the German speaking part of Belgium. When he was 2 years old, he and his parents moved to the mining town of Heerlen in Holland. It is the same region, but another country.

Você pediu que eu dissesse um poco sobre mim e minha família. Eu vivo em Bélgica, perto da fronteira com Alemanha. Em minha vila a maioria fala o alemão, porque antes da segunda guerra de mundo era Alemanha. Mas uma minoria grande fala o francês. Originalmente eu venho de Olanda. Mas meu avô veio desta região. De Kettenis, uma vila perto de Eupen, hoje em dia o capital da parte faladora alemão de Bélgica. Quando tinha 2 anos velho, e seus pais moveram-se para a cidade minando de Heerlen em Olanda. É a mesma região, mas um outro país.

My village is called La Calamine. I have got two children. I am married, but I don't live with my wife in one house. We had too many problems, so we decided to separate. But fortunately we are still good friends. That's better for the children, too.

O nome de minha vila é La Calamine. Tenho duas crianças. Eu sou casado, mas eu não vivo com minha esposa em uma casa. Nós tivemos demasiado muitos problemas, assim que nós decidimo-nos separar. Mas felizmente nós somos ainda amigos bons. Isso é melhor para as crianças, demasiado.

The names of my children are Jupp (=Joseph) and Toni. They are 18 and 16 years old.

Os nomes de minhas crianças são Jupp (= Joseph) e Toni. Têm 18 e 16 anos.

A strong hug from me too,

Um forte abraço de mim também, Arnold