Os combatentes caídos da resistência na província neerlandesa de Limburg
Menu text, no JavaScript Log in  Deze pagina in het NederlandsDiese Seite auf DeutschThis page in English - ssssCette page en FrançaisEsta página em Portuguêspara cima volte
 

Os combatentes caídos da resistência na província neerlandesa de Limburg

previousbacknext

Wittem

Redemptoristenklooster_(Wittem)


Liberado: 1944-09-15

Padre B.J. Baars, chefe do subdistrito Wittem do LO, foi vítima de uma infiltração no hospital militar em seu mosteiro por um sargento alemão, um certo Lambertz de Aachen, que declarou que queria desertar porque era um bom cristão. No início ele possivelmente até foi sincero acerca disso. A esta infiltração seguiu-se, em 21 de julho de 1944, uma onda de prisões que logo seria chamada o "Golpe de Wittem": P. Horbach, H.J.D. Hamers, J.M.W. Bisschoff, Padre Baars, J.H. van Houtem, Ortmans, os irmãos E.A.H.M. e J.M.H. Merckelbach, o «mergulhador» G. Pirovano, os vigários P.H.H. Houben e L.M.H. Penders e dois habitantes de Vaals que não estavam envolvidos. Os vigários Wermeling e Franck, assim como A. Noppeney, poderiam escapar. J. Merckelbach e os dois habitantes de Vaals foram libertados após alguns dias. Os outros foram transportados de Maastricht para Vught em 1º de agosto e cinco dias depois para Sachsenhausen, de onde foram distribuídos entre vários acampamentos. Apenas três dos dez prisioneiros sobreviveram aos acampamentos. Os outros morreram na Alemanha: H.J.D. Hamers (Oranienburg, 29-12-1944), J.M.W. Bisschoff (Buchenwald, 23-4-1945).B.J. Baars (Bergen-Belsen, 27-4-1945), J.H. van Houtem (Lübeck, 28-5-1945), L. M.H. Penders (Bergen-Belsen, 24-4-1945), P.H.H. Houben (Ludwigslust, 19-5-1945), E.A.H.M. Merckelbach (Neuengamme, 15-1-1945).

Wittem – 5 pess.   ⇒Todas as pessoas caídas da resistência no Limburgo.
Baars,
Bernhard J.
Jacques
∗ 1913-10-20
Rotterdam
† 1945-04-27
Bergen-Belsen
Wittem - L.O. - Padre B.J. Baars C.s.s.R. era líder do subdistrito da LO em Wittem, que pertencia ao distrito de Gulpen. As reuniões distritais foram realizadas alternadamente na casa das Irmãs da Caridade em Gulpen, no convento dos Padres Redentoristas em Wittem e no convento das Irmãs Franciscanas em Nijswiller. Ele foi preso no colpe de Wittem em 21 de julho de 1944.
parede da direita, linha 38-01
Houben,
Hubertus Petrus Hermanus
Sjeng
∗ 1915-07-09
Eys, gem. Wittem
† 1945-05-19
Ludwigslust
Wittem - L.O. - sacerdote - Hubertus Petrus Hermanus Houben foi vigário em Epen e chefe da Ação Católica. Ele administrou os fundos de caridade no distrito de L.O. de Gulpen, junto com os vigários Wermeling e Penders e com Jaques Knops e com Sjeng Coenen, até que Penders assumiu-o sozinho. Ele foi preso ao golpe de Wittem em 21 de julho de 1944. Pouco depois de sua libertação, ele morreu em Ludwigslust (Mecklenburg) como resultado de sua provação no campo de concentração de Neuengamme. Enterrado no cemitério católico de Eys.
parede da direita, linha 39-05
Houtem, van
Johannes Hubertus
Lange Sjeng
∗ 1917-06-16
Mechelen
† 1945-05-28
Lübeck
Wittem - L.O. - contato local - Sjeng van Houtem de Wylré era mecânico de automóveis e o contato local entre as pessoas escondidas (chamados mergulhadores) e o subdistrito de Wlré do L.O. (contato local: duikhoofd). Ele foi preso em 21 de julho de 1944 no colpe de Wittem e via Maastricht foi levado para o campo de concentração de Vught. Mais tarde, ele acabou no campo de concentração de Sachsenhausen em Oranienburg. À medida que os russos se aproximavam, as SS enviavam seus prisioneiros cada vez mais para a Alemanha. Essas jornadas assassinas eram chamadas de marchas da morte. Ele foi libertado pelos russos na floresta de Wittstock.
Sua condição era muito ruim na época. Em 6 de maio de 1945, a Cruz Vermelha sueca o levou para um hospital de emergência em Lübeck, que havia sido liberado pelos britânicos em 2 de maio. Ele morreu no dia 28. Ele foi enterrado pela primeira vez no «Vorwerker Friedhof» em Lübeck. Quase 3.000 mortos em campos de concentração, alemães, holandeses, poloneses, estonianos, letões, ucranianos e russos jazem neste cemitério. Ele foi reenterrado no cemitério católico de Wylré.
parede da direita, linha 38-05
Merckelbach /Merkelbach,
Emilius Antonius Hubertus Maria
Emile
∗ 1898-03-15
Wittem
† 1944-12-15
Neuengamme
Wittem - L.O. - Emile Merckelbach foi membro do Provinciale Staten (Parlamento Provincial) do Limburgo e presidente da Coöperatieve Veilingvereeniging Kring Gulpen (Associação de Leilões Cooperativos de Produtos Agrícolas, Distrito de Gulpen). Foi preso como membro do L.O. a 21 de Julho de 1944, no Klap van Wittem. A L.O. do distrito de Gulpen foi duramente atingido nesse dia. O seu irmão J.M.H. Merckelbach também foi preso, mas foi libertado após alguns dias.
Segundo o oorloggravenstichting.nl Emile morreu a 15 de Dezembro de 1944, segundo Cammaert e vriendenkringneuengamme.nl, a 15 de Janeiro de 1945.
parede da direita, linha 38-02
Wauthlé,
Jozef
∗ 1923-07-15
Mechelen (L)
† 1944-11-27
Brandenburg
Wittem - Joseph Marie Hubertus Wauthlé era torneiro. Tentou fugir para a Inglaterra, mas foi pego na fronteira franco-suíça. Durante os trabalhos forçados, ele expressou sua opinião muito abertamente, como resultado disso, foi condenado à morte. Na Alemanha, a execução da certidão de óbito «Sterbeurkunde» é dada como a causa da morte.
Você sabe mais? Escreva para nós!
parede da direita, linha 38-03